quarta-feira, 11 de agosto de 2010

A CADEIRA DO VOVÔ.

Encontrei este vovõ na loja de produtos a partir de R$1,99.É do mesmo modelo do vovô de bengala,Mas a carinha é diferente e não tive dúvidas.O par desta vovó está esgotado no site da Ciça Braga e não tem previsão de chegar e nem se vai chegar.Encontrei este vovô na mesma loja onde comprei os outros dois casais e não tive dúvidas.Só havia três e um estava quebrado.Resolvi comprar um e escohi este que estava melhorzinho,pois estavam fora da caixa e meio sujinhos.Tive que limpá-lo,para que ficasse bem arrumadinhoA carinha dele é diferente da do outro,embora sejam do mesmo modelo.Chegando em casa eu o coloquei junto da vovó,para fazer-lhe companhia.Mas ela está recostada em um sofá,tricotando e ele em pé.Fiquei pensando se deveria colocar uma cadeira ou poltona,mas na varanda não ficaria bem uma poltrona e uma simples cadeira não ficaria tão boa,pois a idéia que eu queria passar,com esta cena,era de um momento de relax e descontração,em que o velho casal estivesse junto.Mas como passar esta idéia com ela recostada,mas ele em pé,se apoiando em uma bengala?Então me ocorreu esta idéia de fazer uma cadeira de balanço para ele.Ele não poderá ficar sentado,mas tentei passar a idéia de que ele está chegando para sentar-se ao lado de sua esposa ou levantando-se,após ter ficado horas sentado e apreciando a sua velha e amada companheira de tantos anos de casamento,tricotando e trocando idéias com ele,enquanto sentiam a brisa da tarde tocar seus rostos já envelhecidos pelo tempo e apreciavam a paisagem panorâmica,da varanda do terceiro andar,da casa de sua querida neta Laura.
Esta cadeira de balanço foi feita em papel duplex(um papel bem mais duro que o papel cartão) e tecido e espuma bem fininha.Pintei com tinta acrílica brilhante marrom e ficou igual ao verniz cor de mogno.Fiz uma pequena almofada e coloquei a cadeira na varanda,como se o velhinho estivesse levantando ou sentando e aí está a cena completa.Este tipo de cadeira,por ser cheio de detalhes,fica mais fácil sendo feito de papelão,pois fica bem mais fácil cortar,usando uma tesoura,mas também pode ser feito em madeira.No meu caso,cortei três vezes cada peça de toda a cadeira,mais uma dos braços e do balanço(quatro peças)colei uma na outra e deixei secar bem por uma noite.No dia seguinte pintei da cor marrom e acrescentei quatro pedaços de madeira balsa unindo os dois balanços e  as duas partes dos pés.que ficam logo abaixo do assento,mas poderia ter feito em papelão.E aí está a cadeira do vovô.E este vovô vem fazer companhia à sua amada,sua eterna namorada,que estava morrendo de saudades dele.
1)A cadeira sendo colada,amarrada com fita crepe para facilitar sua colagem.
Os pedacinhos de madeira balsa vão ser pintados de marrom e unir as duas peças da cadeira.
2)A cadeira de frente.Ainda não colei as madeiras pra unir as duas partes.
3)As partes da cadeira recortadas e já pintadas.O assento e o encosto,de papelão,já estão forrados de espuma e tecido.
4)O vovô e a vovó.Ela em seu sofá,tricotando.Ele,em pé,à frente de sua cadeira de balanço,com a almofada feita por sua amada.Amor de muitas décadas,sempre lindo e como no primeiro dia em que se viram.
Este trabalho foi muito gostoso e fácil de fazer.E o resultado me deixou encantada.Vou preparar um tutorial explicando como fazer uma igual,assim que tiver tempo.Aguardem.
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...