domingo, 20 de novembro de 2011

ENCONTREI UM GATINHO ABANDONADO NA RUA

Já havia tempo que nossos caminhos se cruzavam.Foi logo depois que perdi meu gato Ernesto.Ele era lindo e parecia bem cuidado.Mas estava abandonado na rua.Eu o vi pela primeira vez em frente a uma Igreja Evangélica.O que me chamou atenção foi a semelhança com aquele gatinho que muito amei e que muito me amou.Ele me olhou com um olhar tristonho,mas pensei que fosse da Igreja e estava triste por ter ficado só,já que a Igreja estava fechada.Passaram alguns meses e no último sábado de outubro eu o vi de novo.E já não estava mais tão bem cuidado.Percebi então que havia me enganado e que ele não era nem da Igreja nem de ninguém.Ele me viu e por um instante nossos olhos se encontraram.Não resisti e lhe fiz um carinho,ele ronronou e quiz me seguir.Mas eu não pude trazê-lo.Ele parou em uma lanchonete e de longe fiquei observando.Um senhor que estava lanchando lhe deu um pedaço de salgado.Fiquei feliz por ele ter encontrado uma pessoa boa que teve compaixão e dividiu seu lanche com ele.Vim embora,mas não deixava de pensar nele.À noite choveu muito e eu pensei como ele deveria estar se arranjando.Ele ainda é tao pequenino,embora tenha crescido desde a primeira vez que o vi.Quantas chuvas ele não enfrentou até nos encontrarmos novamente?Mas o que importava é que até então eu pensava que ele pertencia a Igreja,agora eu sabia que ele não tinha ninguém.Tomei a decisão de trazê-lo para casa se o visse novamente.Dois dias depois,saí novamente e o encontrei.Muito mais abatido e faminto.Fui à loja onde compro ração e comprei um transporte para ele,pois eu tinha certeza que se não o pegasse ele não viveria muito tempo.Fi uma luta pegá-lo.Tentou escapar de todas as formas,mas algumas pessoas me ajudaram e consegui trazê-lo.Meu medo era Petrônio não o aceitar.No começo eles se olhavam,se estranhavam,mas não se agrediam.Agora já se acostumaram.Ainda não são amigos,mas um respeita e aceita o outro.Ele estava doentinho e eu tratei dele.Ele já está curado e é super carinhoso e brincalhão.Petrônio já é um jovem senhor e não quer saber de conversa,pelo menos com ele.Mas o importante é que os dois se respeitam.O nome do gatinho é Ernesto 2,em homenagem ao meu querido e amado Ernesto.Ele parece com meu menino,mas é outro gatinho,com personalidade diferente,mesmo que pareça é outro gato e está sendo amado pelo que ele é:um gatinho carinhoso,doce e muito brincalhão.Mas se Ernesto tivesse deixado um filho,certamente teria o seu nome.E amo este gatinho como se ele fosse um filho do meu primeiro Ernesto.Por isso lhe dei este nome:Ernesto 2.No que depender de mim,este gatinho será muito feliz.Vou cuidar dele e do Petrônio com todo amor e carinho.
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...